Produção

Itafos Arraias conclui paralisação

A Itafos anunciou a conclusão do plano da empresa de paralisar a Itafos Arraias devido à contínua pressão nos preços globais de fertilizantes. Além disso, a empresa concluiu relatórios de terceiros na mina e planta de beneficiamento e garantiu importantes incentivos de imposto de renda a longo prazo para Itafos Arraias.

“Concluímos com segurança a ociosidade da Itafos Arraias para gerenciar o atual ciclo de fertilizantes e preservar o valor dos ativos enquanto avaliamos alternativas estratégicas para o negócio. Também validamos a viabilidade a longo prazo dos ativos, concluindo análises independentes de terceiros que confirmaram que é viável reiniciar a planta da mina e beneficiamento Itafos Arraias”, disse o Dr. Wynand van Dyk, vice-presidente de engenharia, P&D e desenvolvimento na Itafos.

Em 21 de novembro de 2019, a empresa anunciou sua decisão de desativar a Itafos Arraias como parte de uma abordagem disciplinada da alocação de capital, considerando a contínua pressão descendente nos preços globais de fertilizantes. A empresa seguiu as melhores práticas na implementação de seu plano de ociosidade para proteger e preservar o valor dos ativos subjacentes. Em 6 de março de 2020, a empresa concluiu as demissões de funcionários e as rescisões de contratados associadas ao plano de inatividade. Além disso, a empresa monetizou com êxito seu estoque e matérias-primas restantes para compensar parcialmente os custos associados à implementação do plano de inatividade.

Paralelamente à sua decisão de paralisar a Itafos Arraias, a empresa contratou os serviços da Golder Associates Inc. e da Jesa Technologies LLC para conduzir relatórios na mina e planta de beneficiamento, respectivamente. Os relatórios, concluídos em janeiro de 2020, confirmam que é possível reiniciar a mina e a usina de beneficiamento de Itafos Arraias e descrevem os prazos e os requisitos de CAPEX.

World Fertilizer, 19/03/2020