Negócios

PhosAgro apresenta resultados de 2019

O Conselho de Administração da PhosAgro reconheceu os resultados operacionais e financeiros da empresa para 2019 como bem-sucedidos.

Resumindo o ano de 2019, o presidente da PhosAgro, Andrei Guryev, observou: “A PhosAgro continua seu desenvolvimento constante como resultado da realização do potencial estabelecido no curso do ciclo de investimentos e do aumento contínuo da eficiência das instalações de produção da empresa”.

Em 2019, as empresas PhosAgro produziram um volume recorde de fertilizantes minerais e fosfatos alimentares – mais de 9,5 milhões de toneladas (crescimento de 6,1% ante 2018), o que é consistente com os planos anunciados anteriormente. A produção de concentrados de apatita e nefelina aumentou 5,8% e atingiu um recorde de 11,7 milhões de toneladas.

As entregas ao mercado russo, prioritário, e aos países da CEI pela primeira vez na história ultrapassaram a linha de 3 milhões de toneladas, aumentando 10,5% e 65%, respectivamente. Atualmente, 35% de todos os fertilizantes minerais adquiridos pelos agricultores russos são produzidos pela PhosAgro. A empresa também fortaleceu sua posição no principal mercado europeu, onde os embarques cresceram 28% para mais de 2,6 milhões de toneladas.

Seguindo com os investimentos realizados em 2019, a PhosAgro é um participante ativo em projetos para criar o Padrão Verde para produtos agrícolas russos com características ambientais aprimoradas. Em particular, a rotulagem ecológica foi desenvolvida e apoiada por todos os membros da Associação Russa de Produtores de Fertilizantes, confirmando as altas características ambientais dos fertilizantes minerais fabricados na Rússia. A empresa considera a segurança ambiental como uma prioridade absoluta. No ano passado, a empresa alocou mais de 9 bilhões de rublos para proteger o meio ambiente.

O Conselho de Administração, após discutir as demonstrações financeiras da PhosAgro sob o IFRS, recomendou que a assembleia geral anual de acionistas decidisse sobre o pagamento de dividendos no valor de 2,33 bilhões de rublos à taxa de 18 rublos por ação ordinária (ou 6 rublos por recibo de depósito global). Assim, o montante total de dividendos declarados para 2019 pode permanecer no nível de 2018, quando o ambiente de preços nos mercados mundiais era muito melhor e totalizava 24,9 bilhões de rublos.

Fertilizer Daily, 21/02/2020

Fonte da imagem: Freepik