Negócios

CATL assume participação na mina de cobalto da companhia China Molybdenum

A fabricante chinesa de baterias Contemporary Amperex Technology (CATL) disse no domingo que adquirirá uma participação na mina de Cobre e Cobalto Kisanfu, da companhia China Molybdenum na República Democrática do Congo (RDC) por US$ 137,5 milhões. 

O investimento fornece à CATL acesso a uma das maiores fontes não desenvolvidas de cobalto do mundo, um ingrediente importante para baterias de veículos elétricos (EV). Os preços do cobalto subiram mais de 50% este ano devido à demanda crescente de EV e preocupações com o aperto na oferta. 

Sob um acordo de parceria estratégica, a CATL New Energy terá 25% da unidade, que detém 95% da mina Kisanfu, disse a CATL em um comunicado. A Empresa já investiu em empresas de mineração de outros metais de bateria, como lítio e níquel, em uma tentativa de garantir o fornecimento. 

A parceria apoia a China Molybdenum em se tornar um fornecedor de cobalto de longo prazo para o maior fabricante de baterias de energia do mundo. 

Kisanfu, localizada perto da mina de Cobre e Cobalto Tenke Fungurume na RDC, o maior país produtor de cobalto do mundo, contém cerca de 3,1 milhões de toneladas de cobalto metálico, bem como 6,2 milhões de toneladas de cobre. 

Mining, 11/04/2021. 

Fonte da imagem: Pixabay