Análises

Volume importado de fertilizantes é menor no primeiro trimestre de 2020

No primeiro trimestre de 2020, o volume importado de fertilizantes teve uma queda de 4% em relação ao mesmo período de 2019, segundo levantamento do GlobalFert. A desaceleração pode ser atribuída às incertezas causadas pela crise do coronavírus, cujo surto teve início na China em dezembro de 2019.

Dos fertilizantes nitrogenados, a Ureia e o Nitrato de Amônio apresentaram queda de 4% e 38%, respectivamente, nas importações do primeiro trimestre, com quedas significativas em janeiro de 30% para Ureia e 69% para o NA, em relação a janeiro de 2019.

Enquanto o MAP apresentou aumento de 44% no primeiro trimestre, influenciado principalmente pelos maiores volumes em janeiro e março, em comparação com 2019. O Cloreto de Potássio registrou queda de 10% no volume de janeiro a março, tendo registrado quedas de 14% e 48% em janeiro e fevereiro, respectivamente.

Em relação aos portos, o Porto de Paranaguá apresentou a maior movimentação no primeiro trimestre, no entanto houve uma queda de 7% em relação ao mesmo período no ano passado. E no mês de abril teve um aumento de 11% em comparação com o mês anterior e um aumento de 178% se comparado com o mesmo mês do ano passado.

No mês de abril, o volume importado de algumas matérias primas, como MAP e Nitrato, foram superiores ao registrado no mês anterior, 59% e 65%, respectivamente. E foram superiores ao mesmo mês do ano passado, 143% e 138%. Para Ureia e KCl, em relação ao mês de março o volume foi menor, queda de 14% e 30%, respectivamente e em relação a abril de 2019 queda de 2% para o Cloreto e aumento de 221% para Ureia.

Equipe GlobalFert, 28/05/2020