Produção

Trabalhadores da produtora europeia de nitrogenados Rustavi Azot entram em greve

Togliattiazot bate recorde na produção de Ureia

Várias centenas de trabalhadores em Rustavi Azot, no país europeu Geórgia, estão realizando um protesto, exigindo aumentos em seus salários. 

produção dos produtos básicos, como Nitrato de Amônio, da Rustavi Azot foi suspensa e a entrada está bloqueada, os grevistas só deixam passar os veículos que fornecem oxigênio para a clínica. 

Segundo eles, a direção do empreendimento prometeu aumentar seus salários em 2019, mas não cumpriu a promessa. O salário médio mensal dos trabalhadores não passa de US$ 170, o que não reflete a mão de obra despendida por eles. 

A direção da empresa lamentou que o encontro anterior com os grevistas, cujo objetivo era encontrar uma saída para a situação através de um diálogo construtivo, tenha sido frustrado e não tenha sido possível chegar a acordo sobre nada. 

Fertilizerdaily, 30/04/2021

Fonte da imagem: Pexels.