Produção

Qatar Fertiliser investe US$ 3,2 bi e amplia oferta de amônia e ureia

A Qatar Fertiliser Co. anunciou ontem a expansão do complexo de fertilizantes Qafco, adicionando uma quinta unidade, que custará US$ 3,2 bilhões e tornará o grupo o maior produtor individual de amônia e ureia do mundo.
O ministro de Energia do Catar, Mohammed bin Saleh Al Sada, disse na inauguração do projeto na cidade industrial de Mesaieed, no sul da capital, que a instalação foi financiada por um empréstimo de US$ 1,1 bilhão, com o restante custeado por capital próprio.
A Qafvo 5 impulsionará em 73% a produção de amônia da companhia, para 3,8 milhões de toneladas por ano, e a de ureia em 43%, para 4,3 milhões de toneladas por ano, de acordo com a empresa. A Qatar Fertiliser está de olho nos mercados da América do Sul, incluindo o Brasil, onde a demanda por ureia é elevada, segundo um comunicado.
O Catar está tentando reduzir a sua dependência de petróleo e gás ao desenvolver a indústria petroquímica, como parte de amplos planos de diversificação econômica. Estabelecida em 2969, 75% da companhia pertence ao conglomerado petroquímico e de metais Industries Qatar. A norueguesa Yara International detém os 25% restantes, segundo o Zawya.com. As informações são da Dow Jones.

Agência Estado, 21/12/2011