Produção

Harvest Minerals recebe a licença de mineração para o projeto de fertilizantes

A Harvest Minerals anunciou que a Agência Nacional de Mineração (ANM) concedeu a licença de mineração total para o projeto de fertilizantes Arapuá, em Minas Gerais.

A concessão da licença completa de mineração foi a etapa final para permitir totalmente o projeto e conceder à empresa posse total do ativo. A empresa recebeu uma licença ambiental completa pelo Departamento Ambiental (Superintendência Regional de Regularização Ambiental ou “SUPRAM”), que permite à empresa minerar e processar até 400 mil toneladas por ano de minério. Isso está acima da capacidade de processamento atual, mas tanto a capacidade de licença ambiental quanto a capacidade de produção podem ser aumentadas conforme a demanda exigir.

Conforme estabelecido no contrato original de compra e venda, um pagamento de US$ 1 milhão deveria ser feito pela empresa aos fornecedores originais do ativo na “produção comercial” alcançada em Arapuá. Isso foi definido com a concessão de uma licença de mineração completa, o que agora será feito. O retorno líquido da fundição de 2% continuará sendo pago aos fornecedores.

Brian McMaster, Presidente Executivo da Harvest, declarou: “Temos minerado e processado com sucesso em Arapuá desde que recebemos nossa Guia de Utilização ou licença de mineração experimental em dezembro de 2016 e poderíamos continuar a fazê-lo até dezembro de 2021. No entanto, como esperamos alcançar rentabilidade este ano e temos fortes planos de crescimento para aumentar a produção, era prudente pressionar pela concessão da licença de mineração completa, o que nos dá um mandato completo sobre o projeto.

“Quando começamos o projeto Arapuá, tínhamos poucas ideias sobre sua viabilidade econômica. Desde então, não apenas construímos e permitimos totalmente uma mina operacional e instalações de processamento, mas desenvolvemos um remineralizador e fertilizante totalmente novo e estabelecemos um mercado crescente para ele. Isso é uma conquista fantástica e o resultado de muito trabalho duro. Gostaria de agradecer à nossa equipe e aos nossos acionistas leais por seu apoio inabalável na conquista desse marco histórico”.

World Fertilizer, 27/02/2020

Fonte da imagem: Freepik