Produção

Entregas de fertilizantes em abril sobem 25,8% no Brasil

Porto de Paranaguá reduz tempo de espera de navios

Em abril desse ano as entregas ao consumidor somaram 2,06 milhões de toneladas, com 25,8% a mais que abril/19, quando somaram 1,637 milhões de toneladas. Nos quatro primeiros meses de 2020, o volume entregue ao mercado superou em 15,7% o contabilizado de janeiro a abril de 2019, com 9,554 milhões de toneladas. Os dados são os mais recentes da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). 

Só o estado de Mato Grosso absorveu um total de 2,339 milhões de toneladas de adubos, o equivalente a 24,5% de todo o volume entregue no país, em seguida temos Paraná com 1,152 milhões de toneladas, São Paulo com equivalência a 1,114 milhões de toneladas, Goiás com 1,090 milhões e Minas Gerais com 1,068 milhões de toneladas.  

Em abril, observou-se uma recuperação da produção de fertilizantes intermediários no Brasil. O volume produzido, de 557 mil toneladas, foi 7,1% maior do que em igual mês de 2019. Em março, a produção havia sido 7,9% menor na comparação anual. Considerando o acumulado do primeiro quadrimestre do ano, de 2,237 milhões de toneladas, o volume ainda é 4,8% menor do que o produzido em igual intervalo do ano passado. 

Os estoques de produtos intermediários para fertilizantes e formulações NPK (de nitrogênio, fósforo e potássio) chegavam a 6,789 milhões de toneladas em 31 de dezembro de 2019, 12,1% acima dos 6,057 milhões de toneladas ao fim de 2018, segundo a Anda. 

Isto é Dinheiro, 09/09/2020 

Fonte da Imagem: Pexels