Novas Tecnologias

Parceria entre UNB e Embrapa resulta em biofertilizante nanotecnológico

Preços de fertilizantes podem ficar sob controle na Rússia.

Parceria entre a UNB e Embrapa resulta em fertilizante e estimulante biológico que utiliza como matéria-prima carbono, nitrogênio e hidrogênio. Por meio da nanotecnologia, a Arbolina (também conhecida como Krill A32), possui características químicas que possibilitam uma absorção mais eficiente pelas folhas e ativa rotas metabólicas essenciais.  

Segundo Juscimar Silva (pesquisador da Embrapa): “Os principais benefícios são: aumento da fotossíntese devido maior aproveitamento da luz, ativação mais eficiente de enzimas que fornecem energia para planta, maior desenvolvimento de raízes, maior aproveitamento de água e nutrientes” A partir dessa “Nanotecnologia Verde” é possível aumentar a produtividade e a qualidade nutricional de cultivares. Isso porque a solução oferta macros e micronutrientes necessários para o crescimento dos vegetais, como nitrogênio, fósforo, potássio, ferro e zinco, por exemplo. 

 Ainda conforme o pesquisador, biofertilizante é voltado principalmente para utilização na agricultura por meio de pulverizações foliares em hortaliças, soja, trigo, milho e em qualquer outra espécie cultivada. 

“Além dos efeitos diretos no desenvolvimento vegetal, o produto apresenta compatibilidade com outros insumos agrícolas, podendo ser utilizado na mesma aplicação, o que não onera o custo de produção e traz diversos outros benefícios também. Além disso, o uso combinado tem permitido reduzir a dose de agroquímicos, aumentando sua eficiência e reduzindo a fitotoxicidade causada por eles”, acrescenta Juscimar. 

Diego Stone Aires, sócio-fundador, afirma que a Arbolina será comercializada em forma de emulsão, para que possa ser diluída na calda no momento de aplicação, garantindo um melhor espalhamento. Cabe ressaltar que o produto será para uso em sistema de produção convencional, orgânico, fazendas urbanas e produção protegida. 

Agrolink, 20/01/2021 

– Fonte de imagem: pxhere