Novas Tecnologias

Água de mandioca para o controle de pragas

A água da mandioca, ou Manipueira, pode ser usada para diversos fins na agricultura, trazendo muitos benefícios. Entre estes benefícios, ela pode ser usada como adubo natural, tanto de solo, como foliar, podendo ser usada ainda na alimentação de ruminantes. A manipueira impura, quando adicionada à água, é mais venenosa que a pura. Ela é capaz de combater pragas e doenças. Então, deve ser utilizada no mesmo dia da sua coleta, pois depois disso, o ácido que faz parte do conteúdo da raiz é perdido. Com o manejo adequado, a água da mandioca pode até mesmo dobrar a produtividade da lavoura através da preservação de plantas que seriam perdidas por causa de pragas e doenças.
Das diversas formas de ser utilizada a manipueira, uma delas é para alimentação de ruminantes, como o boi, o carneiro, o bode e o búfalo. Mas antes deve-se realizar um processo de desintoxicação antes do fornecimento aos animais. Quando se trata da manipueira pura, é preciso um prazo de, pelo menos, dois dias, segundoMauto Diniz, pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura. Também pode ser utilizada na agricultura, sendo um ótimo adubo agrícola, trazendo bons resultados aos agricultores.
São cinco diferentes maneiras de utilização. A primeira delas consiste em aplicar o adubo diretamente no solo. Ela pode também ser utilizada na adubação de cobertura, como adubo foliar, no preparo de compostagem e na fertirrigação. Uma das vantagens de se usar a manipueira como adubo é que pode substituir adubos químicos como a ureia, superfosfato simples e o cloreto de potássio, pois contém naturalmente esses nutrientes, podendo ainda ser utilizada em qualquer cultura. A única variável é a dosagem, que muda de cultura para cultura. Segundo Diniz este adubo pode até dobrar a produtividade como no caso da mandioca.
Outro beneficio da manipueira, segundo Diniz, é que ela ainda pode ser utilizada como fungicida, observado em um experimento realizado pela equipe de fitopatologia da Embrapa, visando ao controle do mal do panamá, na banana. A manipueira impura resultou na morte de apenas 12,77% das plantas. Já a testemunha, ou seja, aquela que não recebeu nenhum adubo, resultou na morte de 14,29%.

Portal Dia de Campo, 09/01/2012