Negócios

Reunião oficializa incentivos à empresa que assumir fábrica de fertilizantes no MS

No dia 18 deste mês ocorrerá uma reunião em Campo Grande, entre o governo estadual, a Petobras e a Acron Group, buscando oficializar a transferência e a prorrogação dos incentivos fiscais para que a empresa russa dê continuidade à obra da UFN3, unidade de fertilizantes nitrogenados, em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, disse que essa concessão havia sido repassada à Petrobras e a Acron Group solicitou essa transferência para assumir a fábrica.

“O Governo do Estado já sinalizou e a Lei permite prorrogar. O nosso único interesse é que retornem as atividades. Terá a manutenção dos incentivos fiscais da Petrobras para a Acrone e prorrogação do prazo porque assim que retomarem as obras vão precisar de dois anos para terminar”, disse Verruck.

Verruck disse que a expectativa é que, nessa reunião, a empresa apresente cronograma mais definitivo, com cronograma de retomada da obra, prazo de execução e entrega. Essa concessão representa mais dois anos de isenção fiscal à empresa. Também será mantida a doação do terreno utilizado para a construção da fábrica de fertilizantes.

UFN3 – A unidade de fertilizantes nitrogenados tem capacidade de produção de 761,2 mil toneladas/ano de amônia e 1.223 mil toneladas/ano de ureia granulada. O complexo é composto por unidade de geração de hidrogênio, unidade de produção de amônia, unidade de produção de areia, de granulação, utilidades, áreas de estocagem e expedição.

A Acron pretende investir R$ 5 bilhões. Em 2017 o volume de vendas da empresa atingiu mais de 7,3 milhões de toneladas, com receitas consolidadas de US$ 1,6 bilhão. A Acron é uma sociedade anônima de capital aberto, com ações negociadas na Bolsa de Valores de Moscou e de Londres.

Campo Grande News, 05/07/2019