Negócios

Reunião discute instalação de misturadora de fertilizantes

Representantes da ASPLAN, Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba, da Yara Brasil Fertilizantes S.A e do Governo do Estado da Paraíba estiveram reunidos na Secretaria de Planejamento para discutir a instalação de uma indústria de fertilizantes.
Segundo os participantes, atualmente a Paraíba deixa de recolher cerca de R$ 5 milhões referente a ICMS por não ter uma misturadora de fertilizantes no Estado fazendo com que os impostos oriundos da comercialização do produto fiquem em Pernambuco, Rio Grande do Norte ou outros estados do Nordeste.
Segundo a assessora de comunicação da ASPLAN, News Comunicação, o secretário de Planejamento da Paraíba, Gustavo Nogueira, comentou que o Governo está aberto para novos investimentos que contribuam para o desenvolvimento do Estado e está investindo em infra-estrutura, com projetos a médio e longo prazo, e dará apoio e incentivos a empresas que queiram investir no Estado e contribuir com o progresso da Paraíba.
News informou que o supervisor de Mercado em PE, PB, RN e CE, Renato Oliveira, e o Gerente de Mercado Cana Nordeste, Rodrigo Grabalos, da Yara Brasil Fertilizantes, participaram da reunião e confirmaram que a empresa tem um projeto de crescimento no Brasil, para os próximos cinco anos que prevê, entre outros investimentos, a construção de uma nova fábrica no Nordeste.
News informou, ainda, que o presidente da Asplan, Murilo Paraíso, e o diretor da Associação, Oscar Gouvêa, reforçaram a importância do Estado ter uma fábrica de fertilizantes, comentando que para quem faz agricultura na Paraíba a vinda de uma misturadora é fundamental, muito importante, pois além de trazer desenvolvimento e investimentos para o Estado, vai reduzir, sensivelmente, os custos na aquisição dos produtos.

Stúdio Rural, 13/01/2012