Negócios

PhosAgro divulga resultados do terceiro trimestre de 2019

A PhosAgro, uma das principais produtoras de fertilizantes à base de fosfato verticalmente integradas do mundo, anuncia seus resultados financeiros intermediários consolidados para o terceiro trimestre de 2019 e para os nove primeiros meses deste ano.

A receita no terceiro trimestre de 2019 aumentou 3% em relação ao ano anterior, para US$ 1,0 bilhão, principalmente devido ao aumento das vendas em mercados prioritários. A receita dos 9 meses de 2019 aumentou 12% ano a ano, para US $ 3,0 bilhões.

O EBITDA do terceiro trimestre diminuiu 9% em relação ao ano anterior, para US$ 330 milhões devido a uma correção nos preços globais de fertilizantes. A margem EBITDA permaneceu em um nível confortável de 33% devido aos menores preços de compra das principais matérias-primas. O EBITDA dos 9 meses de 2019 aumentou 14% ano a ano para US$ 989 milhões, enquanto a margem EBITDA também permaneceu em 33%.

A dívida líquida / EBITDA diminuiu, refletindo o forte desempenho do EBITDA e a valorização gradual do rublo em relação ao dólar norte-americano nos 9 meses de 2019. A dívida líquida em 30 de setembro de 2019 era de US$ 1,9 bilhão.

“A PhosAgro apresentou um desempenho robusto no terceiro trimestre, graças aos esforços contínuos para melhorar a eficiência. A flexibilidade excepcional na produção e nas vendas permitiu à Companhia aumentar a receita durante o trimestre, ao mesmo tempo em que reduziu o custo de produção do DAP.

“Apesar da queda nos preços médios de fertilizantes no terceiro trimestre, nossa margem EBITDA de 33% foi uma das mais altas do setor. Conseguimos isso graças à conclusão de atualizações para várias instalações de produção no final do ano passado e a níveis mais altos de autossuficiência nos principais insumos. Isso fortaleceu ainda mais a vantagem competitiva global da empresa.

“Nossa decisão de adiar uma parte significativa das revisões planejadas até o quarto trimestre também contribuiu para os excelentes resultados da PhosAgro no terceiro trimestre. Isso tornou possível aproveitar a demanda sólida em nossos mercados prioritários e aumentar significativamente a produção. Ao mesmo tempo, as revisões no quarto trimestre não devem afetar as vendas devido à redução sazonal tradicional da demanda de fertilizantes.

“Nossa política de vendas flexível e a rede de distribuição, nos permitiram aumentar as vendas para nossos mercados prioritários da Rússia, Europa e América Latina, onde havia um ambiente de preços favorável.

“Acreditamos que o ambiente atual de preços continua apresentando desafios aos mercados globais. Ao mesmo tempo, também acreditamos que a demanda nos mercados, onde a empresa está posicionada fortemente, ou seja, mercado interno russo, Europa Oriental e América Latina, permitirá que a Companhia tenha uma boa performance.”

Condições de mercado do terceiro trimestre de 2019

Os preços dos fertilizantes à base de fosfato continuaram diminuindo no terceiro trimestre de 2019, atingindo um ponto baixo no final do trimestre. Os principais fatores que impactaram negativamente os preços foram: um aumento significativo na produção de fertilizantes neste ano em meio à demanda estável; um aumento nas exportações de fertilizantes à base de fosfato da China como resultado de uma diminuição no consumo interno; demanda relativamente fraca no mercado dos EUA devido a mudanças no momento da colheita e atrasos na aplicação de fertilizantes à base de fosfato como resultado de condições climáticas adversas; e preços baixos de matérias-primas (amônia, enxofre, rocha fosfática).

As principais razões para a queda de preço dos nitrogenados foram: um aumento considerável nas exportações da China devido aos preços relativamente baixos da energia e à fraca demanda doméstica; a exportação contínua de fertilizantes nitrogenados do Irã; e demanda relativamente fraca dos Estados Unidos e da Europa devido às más condições climáticas. A alta demanda sazonal na Índia e no Brasil, no entanto, sustentou os preços.

O preço médio do enxofre sofreu uma redução em relação ao ano anterior. A queda nos preços globais do enxofre é resultado de estoques consideráveis ​​na China e pressão do mercado de fertilizantes à base de fosfato.

O preço médio do potássio (FOB Báltico) no terceiro trimestre de 2019 foi de US$ 250 por tonelada, superior a US$ 224 por tonelada em 2018. No entanto, no final do trimestre, havia sinais de fraqueza nos preços do potássio como resultado de uma queda na demanda no sudeste da Ásia e do adiamento da data para contratos anuais na China e Índia.

Desempenho financeiro

A receita com a venda de fertilizantes à base de fosfato aumentou 1,3% em relação ao ano anterior, devido a um aumento mais rápido da receita com a venda das classes NPK (S).

A receita com a venda de fertilizantes nitrogenados aumentou 6,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, para RUB 9,2 bilhões, principalmente devido ao aumento na venda de ureia e nitrato de amônio para os mercados latino-americanos, onde a recuperação da demanda sazonal começou e foi reforçada pelas expectativas de recuperação dos preços dos produtos agrícolas (incluindo soja e milho).

Perspectivas de mercado

Espera-se uma pressão contínua sobre o preço dos fertilizantes à base de fosfato no quarto trimestre de 2019 devido ao período de entressafra nos principais mercados, combinado com altos estoques na Índia e nos Estados Unidos. Assim, apesar da queda na produção nos Estados Unidos e na China, o excesso de oferta no mercado global pode persistir até a próxima primavera.

A lenta retomada da demanda sazonal nos principais mercados de ureia, juntamente com a oferta considerável de produtos chineses, podem continuar a conter os preços.

No entanto, as tendências ascendentes nos mercados de grandes culturas e um nível recorde nos últimos anos apoiarão a demanda e os preços à medida que se aproximam da principal estação de utilizar fertilizantes no primeiro trimestre de 2020.

PhosAgro, 25/11/2019

Fonte da Imagem: Freepik