Negócios

Omnia avalia planos futuros devido margens estreitas e dívida alta

Omnia Holdings, fabricante sul-africana de produtos químicos e fertilizantes informou, nesta terça-feira, que avaliará os retornos de suas unidades de negócios e analisará a redução de custos, uma vez que enfrenta dívidas elevadas e margens estreitas, pressionadas por difíceis condições de negociação.

A desaceleração nos setores de manufatura e mineração e as condições de seca pesaram sobre os negócios da Omnia, que produz produtos químicos, industriais, fertilizantes e explosivos.

A Omnia, que no ano passado iniciou o corte de custos em sua unidade de produção de químicos, afirmou que avaliará o retorno sobre o capital de todos os seus negócios e linhas de produtos, mas não tem planos imediatos para vender ativos.

A empresa reportou um prejuízo por ação de 112 centavos de dólar no ano encerrado em 31 de março, contra um lucro de 991 centavos no ano anterior, prejudicado por uma moeda volátil, condições de seca, mudanças na indústria de mineração e condições difíceis de negociação global.

Nasdaq 25/06/2019