Negócios

OCP e KNTC do Quênia se unem para melhorar o acesso dos agricultores aos fertilizantes

A principal empresa de fosfato do Marrocos, OCP, se uniu à Corporação Nacional de Comércio do Quênia (KNTC) para melhorar o acesso dos agricultores a fertilizantes a preços acessíveis.

O KNTC anunciou sua cooperação com o escritório da OCP no Quênia para garantir que os agricultores possam obter fertilizantes no momento certo.

Sob a parceria, os agricultores poderão comprar fertilizantes em todo o país por cerca de US $ 23 por um saco de 50 kg, “em comparação com os preços fraudulentos anteriores”, de cerca de US $ 28 a US $ 32 por saco, observou o Maghreb Arab Press (MAP).

O diretor-gerente do KNTC, Timothy Mirugi, disse que a parceria com a OCP Quênia ajudará os pequenos agricultores a acessar os fertilizantes a bons preços, informou o Daily Nation.

Mirugi explicou que a decisão é um “esforço louvável. Como todos sabemos, com fertilizantes suficientes, a produtividade será boa.”

“Atualmente, fornecemos mais de 60.000 sacas de fertilizantes para plantio a agricultores nos condados de Nakuru, Uasin Gishu, Nandi e Trans Nzoia, entre outros cuja época de plantio começou mais cedo, entre março e abril”, explicou Mirugi.

Uma instituição estatal no Quênia, o KNTC procura promover produtos e comércio no país por meio de parcerias com as partes interessadas.

A instituição também busca garantir o equilíbrio entre demanda e oferta por meio da disponibilidade do produto, informou o Daily Nation em 9 de maio.

A OCP é uma empresa estatal marroquina e é o maior exportador de fosfato do mundo, controlando 75% das reservas mundiais.

A empresa possui várias outras parcerias com grupos internacionais, especialmente com instituições africanas, para melhorar a produtividade agrícola no continente.

Em fevereiro de 2019, o Marrocos aprovou a criação de uma subsidiária da OCP na Etiópia para aumentar a produtividade agrícola do país da África Oriental. Empresas como a OCP Africa estabeleceram o Marrocos como um ator importante no cenário africano.

Morocco World News, 11/05/2020

Fonte da imagem: Freepik