Negócios

Kore Potash continua a implementar estudos no Congo

A empresa australiana Kore Potash atraiu um consórcio de empresas de engenharia e financeiras para refinar o estudo de viabilidade do projeto Kola (Congo). Seus recursos são de 508 milhões de toneladas de sais com teor de cloreto de potássio de 35,4%.

No Congo, foram descobertos vários depósitos interessantes de potássio, que parecem ser de origem vulcano-sedimentar. Entre eles estão Dougou e Kola, que se distinguem por camadas alternadas de silvinita, carnalita e halita, ocorrendo em profundidades de 200 a 600 m, considerando suas características geológicas e potencial demanda por fertilizantes de potássio no mundo, são alvos promissores para o desenvolvimento.

Fertilizer Daily, 10/07/2019