Negócios

Joint venture de Yara e OCP importará rocha fosfática no Brasil

A companhia norueguesa de produtos agrícolas Yara International e o grupo marroquino OCP anunciaram ontem a criação de uma joint venture 50/50 no Brasil, que envolve a importação de rocha fosfática para produção de fertilizantes. Por meio do acordo, o OCP assume participação de 50% em um terminal e uma fábrica da Yara em Rio Grande (RS). A Yara e o OCP terão acesso ao porto, já existente, ao terminal e às instalações de estocagem, que planejam desenvolver com investimentos de curto e médio prazo.
A nova joint venture importará rocha fosfática fornecida pelo OCP e produzirá superfosfato simples (SSP) para misturar aos fertilizantes da Yara e a outros produtos de fosfato. “”Estamos satisfeitos em anunciar essa cooperação com o OCP, uma companhia líder na indústria de fosfato. O Brasil é um mercado agrícola que cresce rapidamente onde nós, juntos ao OCP, estamos criando uma forte plataforma para mais crescimento””, disse o presidente e CEO da Yara International, Jorgen Ole Haslestad.
Paralelamente, as duas companhias entrarão em um acordo de longo prazo para originação de rocha fosfática destinada às fábricas de fertilizante NPK (nitrogênio, fósforo e potássio) da Yara na Europa. “”Estamos assegurando o fornecimento de matéria-prima no longo prazo para nossas fábricas europeias de NPK. Ambas as iniciativas fortalecem nossa vantagem competitiva na produção e na comercialização de fertilizantes de valor agregado””, afirmou Haslestad, em comunicado à imprensa.

Agência Estado, 14/12/2011