Negócios

Fertilizantes Heringer atinge receita líquida de R$ 1,44 bilhão no 3T11

A Fertilizantes Heringer S.A. (BM&FBovespa: FHER3), uma das pioneiras na produção, comercialização e distribuição de fertilizantes e uma das três maiores empresas do setor do Brasil, registrou receita liquida de R$ 1,44 bilhão no terceiro trimestre de 2011, um crescimento de 44,5% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado dos nove meses deste ano, o valor chega a R$ 3,05 bilhões, o que significa uma receita líquida 39,7% superior ao acumulado de janeiro a setembro de 2010.

O lucro bruto de R$ 242,6 milhões no terceiro trimestre superou em 123,4% o obtido nos meses equivalentes de 2010. No total dos nove primeiros meses do ano, o resultado foi de R$ 436,9 milhões, o que representa um acréscimo de 142,7% no comparativo de janeiro a setembro de 2010.

No terceiro trimestre de 2011, o Ebitda atingiu R$ 161,5 milhões com margem de 11,2%, incremento de 327,9% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando atingiu R$ 37,7 milhões, com margem de 3,8%. Nos primeiros nove meses deste ano, o Ebitda alcançou a somatória de R$ 226,6 milhões, bem superior ao mesmo período de 2010.

Embora fortemente impactado pela desvalorização cambial, destaque também para o lucro líquido de janeiro a setembro de 2011, que atingiu R$ 19,5 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 49,9 milhões nos nove primeiros meses do ano passado.

O volume de entregas da Heringer no terceiro trimestre de 2011 foi de 1.479 mil toneladas, um crescimento de 9,4% em relação ao mesmo período do ano passado. “Os destaques de julho a setembro foram para as entregas para a cultura do milho (crescimento de 49,6%), cana-de-açúcar (+24%) e de café (+15,6%)”, explica Wilson Mardonado, diretor de Relações com Investidores da Heringer. No total dos nove meses de 2011, o volume entregue foi de 3.285 mil toneladas, 10% superior ao mesmo período de 2010.

A Heringer trabalha com mais de 70 outras culturas, entre elas: pastagens, algodão, hortifruti, flores, citrus, etc. Dentre estas, chama a atenção o desempenho do volume de entregas para pastagens, com 43,9 mil toneladas. “Esse número é o resultados direto do investimento da Heringer em novas tecnologias no seu Centro de Pesquisa (CEMAP), onde são realizados experimentos de novos produtos, palestras e treinamentos sobre adubação de pastagens”, afirma Wilson.

Destaques financeiros

A Fertilizantes Heringer apresentou melhora no capital circulante líquido no período, passando de R$ 242,4 milhões negativos em 30/09/10 para R$ 47,2 milhões negativos em 30/09/11. Também melhorou o índice de liquidez corrente, passando de 0,84 para 0,98 na mesma base de comparação. Além do bom resultado desse ano, a reclassificação para o ativo circulante do saldo dos tributos federais e o recebimento de R$ 58,2 milhões referentes a créditos tributários contribuíram para essa melhora.

O total do ativo circulante passou de R$ 1.280,1 para R$ 2.241,4 milhões, apresentando um crescimento de 75,1%, enquanto o passivo circulante passou de R$ 1.522,6 para R$ 2.288,6 milhões, com um crescimento de 50,3%.
Nos primeiros nove meses de 2011, a empresa apresentou geração de caixa de R$ 153,5 milhões, encerrando o período com R$ 329,6 milhões. Comparado com o valor entre janeiro e setembro de 2010, houve um incremento de R$ 222,7 milhões.

Produtos Especiais

Além de ajudar na fidelização dos clientes, os produtos especiais têm se mostrado importantes para melhorar as margens da Heringer. Esta linha, formada por 33 produtos com características agronômicas superiores aos padrões de mercado e em grande parte composta por produtos exclusivos da Heringer, atingiu 36% de participação nas vendas da empresa no terceiro trimestre de 2011. No acumulado de janeiro a setembro, este número representou 37% das vendas, um aumento de quatro pontos percentuais em relação ao registrado no mesmo período de 2010.

O volume de entregas dos produtos especiais foi de 526 mil toneladas no terceiro trimestre, crescendo 3,9% em relação aos meses equivalentes de 2010. Já no acumulado dos nove meses de 2011, o total foi de 1.220 mil toneladas, um aumento de 22,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

O número de clientes da Heringer foi de 21.623 no terceiro trimestre e de 35.978 no acumulado dos nove meses de 2011, um crescimento de 17,9% e 20,8% respectivamente, em relação aos períodos correspondentes de 2010. A Heringer hoje atende mais de 70% dos municípios brasileiros. O market share registrado foi de 15,9% de julho a setembro e de 16,0% no acumulado do ano até setembro.

Perfil

A Fertilizantes Heringer S.A. é uma das pioneiras na produção, comercialização e distribuição de fertilizantes, com atuação nacional e 43 anos de presença no mercado, sendo uma das três maiores empresas de fertilizantes no Brasil. Exerce suas atividades por meio de 19 unidades de produção estrategicamente localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Espírito Santo, Sergipe, Bahia, Goiás, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Todas as unidades produzem, comercializam e distribuem fertilizantes para atender as diferentes culturas agrícolas brasileiras.Também foi inaugurada a nova planta de produção de SSP (super fosfato simples) em novembro 2008. As ações da Heringer são negociadas no Novo Mercado, segmento máximo de governança corporativa e transparência da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&F Bovespa), desde abril de 2007 sob o código FHER3.

Portal Fator Brasil, 11/11/2011