Negócios

EuroChem não pode construir um terminal em Ust-Luga

A EuroChem vai abandonar o projeto de construção de um terminal de transbordo de fertilizantes minerais no porto de Ust-Luga, caso a Duma não permita a colocação de armazéns na faixa costeira, disse Igor Nechaev, CEO da EuroChem.

O terminal deve começar a ser construído em 2022, sua capacidade projetada é de 6 milhões de toneladas de fertilizantes minerais por ano. Para isso, os armazéns devem estar localizados nas imediações da costa, o que é atualmente proibido pelo Artigo 65 do Código de Águas da Rússia. O projeto de lei “Sobre emendas a certos atos legislativos da Federação Russa”, que prevê a abolição da proibição do armazenamento de agroquímicos dentro dos limites das zonas de proteção de água nos territórios dos portos marítimos, está sendo considerado na Duma Estatal com sucesso variável.

Foi aprovado na primeira e na segunda leituras, mas foi enviado de volta para revisão na terceira. A explosão no porto de Beirute (Líbano), onde o nitrato de amônio detonou em um dos armazéns, trouxe um pessimismo especial às perspectivas do meio profissional.

A segunda, terceira audiência do projeto estão marcadas para setembro. Então, muito provavelmente, seu destino será determinado. Se a proibição for cancelada, a EuroChem continuará a transbordar seus produtos nos portos dos Estados Bálticos, onde não existe tal proibição.

Fertilizer Daily, 31/08/2020