Negócios

Danakali prestes a garantir financiamento para projeto de potássio na Eritreia

A australiana Danakali anunciou no dia 27/05 que estava prestes a fechar contratos de financiamento no valor de US$ 200 milhões com duas instituições financeiras africanas, que permitirão financiar a construção e o crescimento de seu principal projeto de potássio Colluli na Eritréia.

Os acordos com o Banco Africano de Exportação e Importação (Afreximbank) e o Africa Finance Corporation (AFC) estão próximo do fechamento e deverão acelerar o financiamento de capital, disse o presidente executivo Seamus Cornelius na Assembleia Geral Anual de Danakali.

O desenvolvimento do projeto de potássio de 1,1 bilhão de toneladas, uma joint venture entre a mineradora australiana e a mineradora estatal da Eritréia, deve levar dois anos e meio.

Um estudo da ONU diz que o projeto de potássio Colluli tem o potencial de impulsionar significativamente a economia da Eritreia e promover a agenda de desenvolvimento sustentável do país.

Na fase inicial de operação, a Colluli produziria mais de 472.000 toneladas por ano de sulfato de potássio (SOP), um tipo de fertilizante premium. A produção anual pode subir para quase 944.000 toneladas se a Danakali decidir prosseguir com uma segunda fase de desenvolvimento, já que o projeto tem uma vida útil de mais de 200 anos.

Mining 27/05/2019