Mercado

Vendas de fertilizantes aumentaram 19,1% em 2011

Segundo a Agência Nacional para Difusão de Adubos (ANDA), as entregas de fertilizantes ao consumidor final totalizaram 3,41 milhões de toneladas em outubro.
O volume foi 0,7% menor que o entregue em setembro, quando foi registrado volume recorde no ano. Em relação a outubro de 2010 a quantidade entregue aumentou 0,3%. Veja a figura 1.

No acumulado de janeiro a outubro de 2011, as vendas de fertilizantes no Brasil somaram 23,86 milhões de toneladas, 19,1% mais que no mesmo período de 2010.
A expectativa para este ano é de recorde de vendas. O volume deve ultrapassar 26,0 milhões de toneladas.
Segundo levantamento da Scot Consultoria, em novembro, os preços dos fertilizantes nitrogenados subiram, em média, 1,4% na comparação com outubro.
Destaque para a ureia agrícola, cujo preço subiu 3,8% e está 22,2% mais cara em relação ao mesmo período do ano passado.
No caso dos fertilizantes potássicos a alta foi de 2,7% em novembro. Já os preços dos adubos fosfatados ficaram estáveis.
No mercado internacional as cotações dos fertilizantes e matérias primas seguem sem muitas alterações. Foi verificado ligeiro recuo para os nitrogenados.
O comportamento dos preços no mercado interno vai depender da movimentação em termos de compras daqui para frente e do câmbio.

Scot Consultoria, 28/11/2011