Mercado

Toffoli determina que Petrobrás abasteça navios iranianos parados na baía de Paranaguá

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou no dia 24 de julho que a Petrobras forneça combustível aos dois navios iranianos que estão parados desde junho na baía do Porto de Paranaguá.

A Petrobras vinha se negando a vender combustível para os dois navios, sob a justificativa de que as embarcações estão na lista de empresas sancionadas pelos Estados Unidos. O argumento da estatal brasileira era que, ao vender óleo aos navios, a própria Petrobras estaria sob risco de sofrer penalidades pelas autoridades norte-americanas.

Na decisão, Toffoli argumenta que a empresa brasileira Eleva Química — responsável pelas embarcações iranianas — não está a lista de agentes sancionados pelos EUA.
São dois os navios parados em Paranaguá, o Bavand e o Termeh. Eles trouxeram ureia para o Brasil e deveriam retornar com milho ao Irã.

Bem Paraná, 25/07/2019