Mercado

Sulfato de Zinco apresenta mercado em alta no Brasil

Projeto de planta de fosfatados será construído em Israel

O Sulfato de Zinco, é uma de fonte de Zinco amplamente utilizada no mercado de fertilizantes e o mercado nacional se encontra em alta. O produto tem como principal origem a China, o qual voltou a ter um consumo elevado e preços crescentes, logo após o período de baixa no início do ano, em função da pandemia da Covid-19.

A China consome aproximadamente 50% da produção mundial do metal e após a retomada da atividade industrial, o governo chinês estabeleceu políticas de incentivo em infraestrutura, setor que consome o Zinco para a galvanização.

O maior consumo impactou no preço do metal, que já apresenta preços 19% mais altos em relação ao início do ano na LME (London Metal Exchange). Com preços mais altos, toda a cadeia de produção do Zinco e seus produtos foram impactada, incluindo a do Sulfato de Zinco.

No Brasil, além da alta no preço em função da matéria-prima mais cara, o produto atualmente apresenta um mercado aquecido para o setor de fertilizantes, visto que produtos como a cana-de-açúcar e a soja estão em período de plantio e devem consumir fertilizantes à base de zinco.

Equipe Globalfert, 27/11/2020

Fonte da Imagem: Pixabay