Mercado

Heringer atualiza plano de recuperação judicial

Antes da reunião planejada com os credores, a empresa brasileira Heringer enviou um plano de recuperação judicial atualizado ao tribunal de falências em São Paulo. Assim, a Heringer se propõe a realizar o corte de sua dívida, cujo montante é de US$ 363 milhões, o que significa anular parte da dívida devido ao pressuposto de que simplesmente não é possível pagar o empréstimo inteiro. Atualmente, a maior parte dos credores da empresa é composto por fornecedores e instituições financeiras.

A empresa oferece duas opções para pagamento de dívida: de acordo com a primeira opção, todo o pagamento é dividido em duas parcelas, sob a parcela A, os credores recebem 50% do total do empréstimo por 15 anos, com carência de três anos do valor principal e juros. Como parte da parcela B, a carência já é de cinco anos para início do pagamento do valor principal mais juros e será paga até 2045.

No caso de um “evento de liquidez”, que pode ser a compra da Fertilizantes Heringer pela Uralkali e Uralchem, uma parcela é assumida como um pagamento único com uma redução da dívida, dependendo de quando o “evento de liquidez” ocorrer.

A segunda opção de pagamento é um pagamento único sem corte em 31 de dezembro de 2040.

No final de setembro, os produtores russos de fertilizantes, Uralkali e Uralchem, concordaram em recomprar 51% da Fertilizantes Heringer a um preço de US$ 0,48 por ação na nova emissão, o que levaria a um aumento de capital de US$ 110 milhões. Assim, o volume de investimentos de fabricantes russos pode variar de 59 a 115 milhões de dólares.

FertilizerDaily, 24/10/2019

Fonte da Imagem: Freepik