Mercado

Administrativo da Bunge Brasil se despede de Gaspar

Os poucos carros estacionados em frente ao pátio da administração da empresa Bunge Alimentos, no Poço Grande, revelam a chegada de um momento anunciado pela empresa no ano passado: a mudança do setor administrativo para São Paulo.
O último dia de atividades oficiais do setor em Gaspar foi na sexta-feira passada, 9 de dezembro. Nesta segunda, 12, a sede da administração amanheceu vazia. Apenas poucos profissionais ainda permanecem em atividade no local e não há informações oficiais de até quando eles atuarão na Cidade Coração do Vale.
A assessoria de imprensa da multinacional foi procurada para explicar a saída do administrativo de Gaspar, porém, não deu retorno aos vários contatos feitos pela equipe de reportagem do Jornal Cruzeiro.
A saída da administração da gigante do agronegócio de Gaspar foi confirmada pelo presidente da Bunge Brasil, Pedro Parente, em outubro do ano passado, em entrevista exclusiva ao Cruzeiro do Vale durante a cerimônia de lançamento da nova fábrica de maionese que está sendo erguida em Gaspar. O lançamento da nova fábrica está previsto para dezembro deste ano.
Na ocasião, Parente confirmou que parte do Administrativo havia sido transferida para São Paulo e que até o final de 2011 outros colaboradores também deveriam ser transferidos, permanecendo em Gaspar apenas 100, dos 400 colaboradores que atuavam na sede administrativa da empresa.

Entenda o caso
Em março do ano passado a empresa anunciou a fusão da Bunge Alimentos, com sede em Gaspar, e a Bunge Fertilizantes, com sede em São Paulo. A fusão criou a Bunge Brasil, que uniu os ramos de atuação da multinacional e extinguiu os cargos dos executivos Sérgio Waldrich, presidente da unidade de alimentos, e Mário Barbosa, da unidade de fertilizantes, que se tornaram conselheiros da empresa.
As mudanças geraram uma série de especulações sobre a permanência da administração da empresa em Gaspar, que no início de 2010 transferiu para São Paulo importantes setores de sua administração como financeiro, contábil e fiscal.
Em meados de abril do ano passado uma comitiva formada por lideranças políticas e empresariais de Santa Catarina se reuniu com o presidente da Bunge Brasil, Pedro Parente, que prometeu que, se o Estado mantivesse os incentivos fiscais, a fábrica da Bunge permaneceria na cidade de Gaspar.

A empresa
A Bunge, presente no Brasil desde 1905, é uma das principais empresas de agribusiness e alimentos do país.
Por meio da Bunge Fertilizantes e Bunge Alimentos, produz fertilizantes e ingredientes para nutrição animal, processa e comercializa soja e outros grãos, fornece matéria-prima para a indústria de alimentos e food service, além de produzir alimentos para o consumidor final.

Jornal Cruzeiro do Vale, 13/12/2011