Logística

No Paraná, os portos ampliaram em 20% a produtividade média na descarga de fertilizantes

A descarga de fertilizantes está mais eficiente nos portos de Paranaguá e Antonina. A produtividade média, por dia, cresceu 20% e chegou a 42.890 toneladas de adubo descarregadas diariamente, no primeiro quadrimestre deste ano. No mesmo período de 2020 a média era de 35.481 toneladas/dia.

“A descarga de graneis sólidos se destaca pela eficiência, com uma gestão dinâmica, dando ao usuário as melhores condições operacionais”, diz o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior.

Para o diretor da Associação de Graneis Sólidos de Importação (Agrasip), Rivadavia Simão, entre os fatores que têm impacto direto nas importações estão a demanda crescente dos adubos e a capitalização dos produtores de soja, que venderam recentemente a safra do granel.

Hoje, os fertilizantes representam cerca de 43% das importações dos portos de Paranaguá e Antonina. Nos primeiros quatro meses do ano, 3,22 milhões de toneladas dos produtos foram descarregadas pelos operadores paranaenses. O volume é 12% maior que o registrado no mesmo período, em 2020 (2,87 milhões de toneladas).

O Porto de Paranaguá é o primeiro do País na importação de fertilizantes, responsável por 30% de todo adubo importado para ser aplicado nas lavouras brasileiras.

Portos do Paraná, 19/05/2021.

Fonte da imagem: pixabay.