Culturas

Soja segue em lenta recuperação nos EUA

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou no dia 29 de julho alta de 2,75 pontos no contrato de Setembro/19, fechando em US$ 8,915 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 2,20 e 3,25 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram mais um dia de ganhos no mercado norte-americano de soja, com exportações semanais muito além do esperado. “A evolução das condições climáticas nos EUA e as perspectivas das negociações com a China deram (pequeno) respaldo às cotações”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

A ARC Mercosul destaca que o mercado em Chicago iniciou a semana estabelecendo um fechamento positivo: “O movimento não se mostrou baseado em nenhum novo fundamento básico, pelo contrário, fundos de gestão ativa (especulativos) voltaram a reverter algumas posições vendidas abertas recentemente, baseando em sinais técnicos”.

“O novo relatório de Oferta e Demanda do USDA será publicado em 10 dias, com gestores de investimento se mostrando impacientes na abertura de novos contratos na CBOT, uma vez que as opiniões são divididas entre a possibilidade de novas estimativas de safra altistas, ou não. A ARC lembra que os touros do mercado (o lado que aposta em altas) necessitam de serem alimentados com uma frequência de novidades, caso contrário a tendência não consegue ser sustentada. No curto prazo, os mapas climáticos para os EUA voltarão a direcionar a tendência do mercado”, concluem os analistas.

Agrolink, 30/07/2019