Culturas

Plantio tardio nos EUA afetará oferta de sementes

A estação de plantio tardio dos Estados Unidos, que foi afetada pela umidade, pode estar afetando a oferta de sementes, segundo informou Emily Unglesbee. De acordo com ela, as empresas especializadas em produção de sementes estão torcendo para que a próxima safra seja boa.

“Muitos olhares foram para a safra comercial de milho e soja de 2019 e para os agricultores atormentados que sofreram atrasos contínuos durante o plantio. Menos visíveis têm sido as lutas das empresas de sementes e seus produtores terceirizados para plantar milho e soja para a produção de sementes, que suportaram uma época de plantio historicamente tardia e desafiadora, e a safra de 2020 depende muito do seu sucesso”, escreveu ela.

Segundo Tony Klemm, da Corteva Agriscience, todas as empresas da área também lidam com as dificuldades de produção. “Nós somos produtores, também. Nós plantamos milhares de acres de milho e soja em todo o mundo e, assim como todos os nossos clientes cultivadores de 2019 vimos, sem precedentes, atrasos de plantio”, completa o especialista.

No entanto, ao contrário de produtores comerciais, empresas de sementes têm mais flexibilidade para mover acres entre estados e até mesmo, em casos extremos, com países diferentes. Graças a essa flexibilidade, todas as empresas conseguiram terminar o plantio de sua área cultivada. Mas a plantação enfrenta imediatamente os mesmos perigos que ameaçam a safra comercial – calor e secura potenciais em estágios reprodutivos cruciais e a ameaça sempre crescente de uma geada precoce em uma colheita tardia.

 

Agrolink, 24/07/2019