Culturas

Informa estima safra de cana 2012/13 de 510 mi a 535 mi de t

A Informa Economics FNP prevê que o processamento de cana-de-açúcar na safra 2012/13 deve ficar entre 510 milhões e 535 milhões de toneladas, volume entre 5% e 10,3% maior do que as 485 milhões de toneladas processadas na atual temporada 2011/12, que está se encerrando.
De acordo com a gerente de Agroenergia da consultoria, Jacqueline Bierhals, este aumento se deve à taxa de renovação dos canaviais, que ficou entre 15% e 17%. Ela informou que a expansão das lavouras de cana foi mínima. “”A expansão não foi representativa””, disse. De acordo com Jacqueline, as usinas também investiram mais no tratos aos canaviais como, por exemplo, mais aplicação de fertilizantes.
A Informa avalia que as usinas continuarão a destinar mais de 50% da cana para a produção de etanol mas, apesar disso, o preço do hidratado na bomba deverá continuar alto. “”O setor está mais seguro para investir no açúcar, apesar de um esperado aumento de produção em outras regiões, como Índia e União Europeia””, comentou.
Quanto ao etanol, a produção deverá se concentrar no anidro, que é misturado à gasolina. Jacqueline disse que existe certa insegurança no setor com relação à regulação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre o setor de etanol em 2012. “”A produção das usinas vai se concentrar em açúcar e anidro, e o que sobrar vai para hidratado””. Jacqueline Bierhals participou hoje do lançamento do Agrianual on line, em São Paulo.

Agência Estado , 01/12/2011