Culturas

Custo de produção da soja no Paraná sobe puxado por preços de fertilizantes e adubos

O custo de produção da soja no Paraná para a safra 2019/20 aumentou 11% na comparação com o ciclo anterior. Esse crescimento, segundo os agricultores, foi puxado principalmente pela alta nos preços de fertilizantes e sementes.

 

O produtor rural Neudi Magrin afirma que o preço do adubo subiu 22%. No caso das sementes, a alta foi de 16% na comparação com 2018.

 

E o preço pago pela saca de soja na região de Cascavel caiu 8,4% na comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Para cultivar os mesmos 220 hectares na última temporada, o produtor Eduardo Lange vai pagar mais. Na temporada 2018/19, ele gastou R$ 1.674 por hectare. Neste ano, o gasto previsto passa dos R$ 1.900.

 

O gerente Daltro Estivem Pestana, que trabalha em uma cooperativa da região de Cascavel, entende que, mesmo com a alta, o agricultor não deverá ficar no prejuízo.

 

Segundo ele, o custo de produção deve ser de 38 sacas por hectare. “A estimativa de produção gira em torno de 62 a 68 sacas por hectare. O produtor ainda tem uma rentabilidade ótima”, avalia.

 

Globo Rural, 11/08/2019