Análises

O fertilizante mais importado em agosto foi o Cloreto de Potássio

Cloreto de Potássio foi o fertilizante mais importado em agosto de 2020

No mês de agosto, 47% do total das importações de fertilizantes brasileiras foram de Cloreto de Potássio, que teve como principais origens o Canadá, com 33,4% do total, Rússia, com 24,7% e Bielorrússia, com 20,8%. O volume de Cloreto foi 2% superior ao registrado em julho e 17% acima do volume médio dos últimos 3 anos para agosto. Em relação ao volume acumulado de janeiro a agosto, em 2020 o total já é 19,5% superior ao registrado em 2019. Nos primeiros 8 meses do ano, o total importado já representa 74% de todo o volume do ano passado.

Além da Rússia, Bielorrússia e Canadá, Marrocos, Catar, Israel e China completam as 7 principais origens de fertilizantes para o Brasil em agosto, representando 73% do total de 26 países. O Marrocos foi a maior origem de fosfatados (MAP, DAP, TSP), o Catar foi a principal origem de Ureia em agosto, enquanto Israel foi origem de fosfatados e potássicos e a China foi origem de nitrogenados, fosfatados e potássicos.

O principal porto de entrada no Brasil em agosto foi o Porto de Paranaguá, com 30% do total. Seguido por Rio Grande e Santos, que foram responsáveis por 19% cada. O volume importado foi cerca de 2,83 milhões de toneladas, valor 16% superior ao registrado em agosto de 2019.

Equipe Globalfert